PIX parcelado: tudo que você precisa saber

Você tem curiosidade para entender mais sobre essa nova iniciativa de pix parcelado? Leia o nosso artigo até o final e confira os principais pontos que você precisa saber. 

Leia também – Empréstimo para aposentados: confira a margem LIBERADA

O que é Pix Parcelado?

O Pix Parcelado é uma nova modalidade que deve ser regulamentada pelo Banco Central a partir de 2023. Com essa regulamentação, essa iniciativa deve contar com regras específicas, uma delas é o limite da taxa de juros a ser praticada pelos bancos. 

Como funciona? 

O Pix Parcelado funciona da seguinte forma: você repassa o pix à vista para uma conta, seja de pessoa física ou jurídica, e paga o valor de forma parcelada. 

Esse pagamento de forma parcelada não é um favor do banco, já que juros serão cobrados. Desta forma, podemos dizer que a modalidade é uma espécie de empréstimo. 

Por isso, como em qualquer empréstimo você deve ficar atento às normas e condições de pagamento, para não acabar pagando muito mais que o esperado. 

Alguns bancos já oferecem o Pix Parcelado?

Sim, há vários bancos que já estão oferecendo a modalidade. Por outro lado, é importante ficar atento às condições, isso porque a opção financeira ainda não está regulamentada pelo Banco Central.

Assim, um ponto negativo, é que os juros podem ser cobrados de acordo o que foi definido pela própria instituição financeira.

Por enquanto, uma vez feito o parcelamento, não há como cancelar os valores. As condições de pagamentos e prazos podem variar de banco para banco, desta forma, redobre a atenção ao contratar o pix parcelado. 

O cartão de crédito vai acabar?

Provavelmente não. Isso não deve acontecer porque o cartão de crédito, dependendo da compra, não cobra juros imediatos. Os juros só são cobrados se você atrasar o pagamento ou renegociar as parcelas. O que não acontece com os juros parcelados, que cobra juros em todas as transações. 

Há ainda a opção de pagar o mínimo do cartão de crédito, o que não é recomendado pelos especialistas, principalmente por ser um dos juros mais altos do mercado – o chamado juros rotativos. 

Já em outros casos, quando a compra é parcelada em muitas vezes, pode haver juros no cartão de crédito. Neste caso, vale comparar os juros do cartão de crédito e do pix parcelado, optando por aquele com a menor taxa. 

Lembre-se de sempre pesquisar e comparar as taxas, isso pode fazer uma grande diferença na sua vida financeira em longo prazo. 

Gostou do conteúdo? Compartilhe com amigos e familiares. 

×
App O Trabalhador
Aplicativo O Trabalhador
Grátis - Na Google Play
VER