História: quais os salários e mercado de trabalho

- Anúncios -

Os alunos de história possuem algumas dúvidas em relação aos campos de trabalho que são oferecidos pelo curso e também sobre o salário. Portanto, neste artigo, OTrabalhador pretende abordar um pouco mais sobre a real situação para quem está se formando na área. Sendo assim, continue a leitura para saber mais!

Mercado de trabalho

- Anúncios -

Apesar do mercado de trabalho parecer limitado, ele não é: o historiador pode trabalhar como professor público ou particular, criar cursos pagos, trabalhar com redes sociais e blogs que escrevem sobre história (logo, um escritor) e até mesmo fazer jobs relacionados a jornalismo (história também faz a investigação do tempo presente). 

Outro ponto é sobre a possibilidade de atuar dentro de museus em vários quesitos, seja na apresentação das obras quanto na restauração de peças (voltado para a arqueologia). 

Alunos de história também podem atuar no campo de pesquisas e áreas políticas, que é uma grande centro dentro da disciplina. 

Destaques sobre *** por e-mail

Salários para História

Os salários para um historiador variam e dependem da área na qual ele trabalha que, como vimos, não é nem um pouco limitada. Por exemplo, um professor que atua com 40 horas semanais com aula de história em escolas estaduais em Santa Catarina, é de R$ 5 mil. Já para outros estados, o valor pode ser menor ou maior.

Os salários costumam variar de forma expressiva para uma área como a licenciatura, tudo deve ser levado em consideração, se é uma escola municipal, federal, estadual ou particular, tempo de formação e estado. No Rio de Janeiro, o teto salarial para 40 horas é de R$ 4.243,38 enquanto no Amazonas é de R$ 3.827. 

O mesmo serve para quem trabalha em museus. Se o museu for maior e mais popular, o salário pago deve ser mais robusto. Não é possível dizer uma média salarial porque costuma variar de forma expressiva. 

- Anúncios -
Leia também
×
App O Trabalhador
App do Trabalhador
⭐⭐⭐⭐⭐ Google Play - Grátis