Letras: confira salários e mercado de trabalho

O curso de letras tem a duração média de 4,5 anos e pode ser focado em licenciatura (para ministrar aulas), bacharelado ou ambos. O valor médio pago pelas mensalidades é de R$ 700 mensais em graduações particulares, mas podem variar dependendo do estado. O curso também é ofertado por universidades federais como UFRJ, USP, UFSC e outras. 

Muitos estudantes da área ou que pretendem migrar para esse curso, não sabem como funciona o mercado de trabalho e quais os salários. Portanto, é sobre isso que iremos abordar neste artigo. Continue a leitura conosco para saber mais!

Letras e o mercado de trabalho

O formando em letras pode atuar tanto como professor ou então como revisor e redator. O professor pode escolher a carga horária de 20 a 40 horas semanais e o salário costuma depender de alguns fatores, são eles: 

  • Tipo de escola: municipal, estadual, federal ou particular;
  • Estado: os estados possuem pisos salariais diferentes; 
  • Carga horária: professores com 40 horas semanais recebem mais que aqueles que trabalham 20 horas; 
  • Formação: quem é formado na área recebe mais que os estagiários. 

A redação e a revisão são focadas para aqueles que gostam das letras mas não querem atuar como professores.  O valor salarial também tem suas variações porque depende do preço cobrado por lauda associado ao valor que deseja receber por hora. 

Em alguns casos, também se consegue atuar como CLT e, se preferir, como autônomo (basta pagar o MEI para contribuir com a aposentadoria). 

O primeiro passo para definir o salário de um autônomo é: decidir o valor a ser recebido no mês e dividir pela quantidade de horas a serem trabalhadas. O  valor salarial varia bastante e pode ser de R$ 500 a R$ 9 mil dependendo do tempo de experiência.  Para atuar como freelancer, é necessário obter uma grande gama de clientes fixos. 

×
App O Trabalhador
Aplicativo O Trabalhador
Grátis - Na Google Play
VER